Going Back : o presente de Phil Collins à Motown Records

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 08:08

0

Lançado em setembro de 2010, Going Back é  um  belo disco de releitura dos maiores sucessos da Motown, executados de maneira excepcional pelo mestre Phil Collins. Ele recrutou os músicos da época – os Funk Brothers, que participaram da maioria das gravações originais – reuniu as grandes pérolas da fase de ouro da gravadora e as reproduziu sendo extremamente fiel à suas raízes, com uma interpretação sincera e vocal doce, deixando as versões ainda mais encantadoras e sublimes. 
A ideia de Collins foi reviver sua adolescência e as impressões que as canções lhe causaram quando as ouviu pela primeira vez. Você pode perceber esta atmosfera logo de cara, através da capa do álbum que traz o artista nos primóridos de sua juventude à frente de um dos instrumentos que o consagrou mundialmente: a bateria.

Entre o vasto set list do álbum – que na versão especial (e recomendada por esta que vos escreve) traz 25 faixas com clássicos de grandes nomes como Supremes, Smokey Robinson, Steve Wonder entre outros  e um material incrível em DVD –,  destaco as incríveis Uptight, famosa na voz de Wonder; Ain’t Too Proud to Beg, sucesso dos Temptations; In My Lonely Room do girl group Martha and the Vandellas e Standing in the Shadows of Love, um verdadeiro clássico dos garotos do Four Tops. O delicioso trabalho de Phil Collins fecha com a faixa-título – Going Back – regravação belíssima da canção escrita em 1966, carregada de uma delicadeza comovente.

Além de um presente à uma das melhores gravadoras do estilo, Going Back é uma senhora indicação à quem aprecia música de verdade, feita de verdade e por quem entende bem do assunto.




Postado originalmente no Blog Cadê Meu Whiskey?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...