Confira detalhes do novo álbum do Asia

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 10:13

0



Gravitas tem previsão de lançamento para 21 de março via Frontiers Records e será o primeiro álbum da banda a contar com o guitarrista Sam Coulson. "A adição de Sam nos permitiu levar a banda à uma direção um pouco diferente, e talvez mais difícil. Fomos capazes de crescer, enquanto, ao mesmo tempo permanecemos fiéis ao som clássico que nossos fãs conhecem e amam", descreveu o baterista Carl Palmer à Classic Rock Magazine.

O vocalista John Wetton acrescenta: "Este álbum é o Asia puro e estereotipado, com entusiasmo e livre de impurezas. Ele transmite o espectro de emoção e cor, de agonias da vida real à fantasia em êxtase de escapismo. Grandes canções, desempenho fabuloso - Gravitas é o Asia pelo Asia. Finalmente."

As nove faixas do álbum estarão disponíveis em formato digital e CD padrão, junto a uma edição deluxe incluindo duas faixas acústicas e um DVD com um vídeo para Valkyrie.

Confira o tracklist


01. Valkyrie
02. Gravitas
03. The Closer I Get To You
04. Nyctophobia
05. Russian Dolls
06. Heaven Help Me Now
07. I Would Die For You
08. Joe Di Maggio’s Glove
09. Till We Meet Again
10. The Closer I Get To You (acoustic bonus)
11. Joe Di Maggio’s Glove (acoustic bonus)

Ronnie Hames Dio: confira detlahes do CD tributo

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 10:02

0



This Is Your Life  tem previsão de lançamento para 1º de abril.

Confira o tracklist e os músicos participantes:

01. “Neon Knights” – Anthrax*
02. “The Last In Line” – Tenacious D*
03. “The Mob Rules” – Adrenaline Mob
04. “Rainbow In The Dark” – Corey Taylor, Roy Mayorga, Satchel, Christian Martucci, Jason Christopher*
05. “Straight Through The Heart” – Halestorm*
06. “Starstruck” – Motörhead with Biff of Saxon*
07. “Temple Of The King” – Scorpions*
08. “Egypt (The Chains Are On)” – Doro
09. “Holy Diver” – Killswitch Engage
10. “Catch the Rainbow” – Glenn Hughes, Simon Wright, Craig Goldy, Rudy Sarzo, Scott Warren*
11. “I” – Jimmy Bain, Oni Logan, Rowan Robertson, Brian Tichy*
12. “Man On The Silver Mountain” – Rob Halford, Vinny Appice, Doug Aldrich, Jeff Pilson, Scott Warren*
13. “Ronnie Rising Medley (featuring “A Light in the Black”, “Tarot Woman”, “Stargazer”, “Kill the King”)”– Metallica*
14. “This Is Your Life” – Dio
*versões feitas exclusivamente para o tributo

Veja “Lonesome Rider”, novo clipe do Volbeat

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 09:58

0


Lonesome Rider é parte do álbum Outlaw Gentlemen & Shady Ladies.

Confira:




O desconhecido Doom Metal de Ice Dragon.

Posted by João Carlos Martins | Posted in , | Posted on 15:07

0

Orgulhosamente tenho a honra de apresentar mais uma... CAVERNA DE JOHN!

A história de hoje será sobre uma banda, um pouco distanciada, das que estamos habituados a ver por aqui, não que nunca tenhamos visto uma alguma parecida, contudo nosso tema principal aqui é Stoner, e essa que será o destaque leva o nome de Doom.
Para aqueles que ainda não conhecem, Doom Metal, é, como o nome já diz, uma variante do Heavy Metal, que assim como o Stoner, fez-se um grande gênero para aqueles que gostam, e uma grande incógnita para quem não tem muita vontade de conhecer coisas novas.
O que diferencia Doom e Stoner, é basicamente a métrica dos sons, pois ambos são sujos, agressivos, de letras relativamente descontraídas ou psicodélicas, porém enquanto os caras do Desert Rock (Stoner) fazem, na maioria das vezes, em ritmo acelerado, os do Doom seguem uma pegada mais compassada, abusando de trítonos, e um tiquinho assim mais soturna. É claro que algumas canções de uma banda conhecida por ser de um dos estilos pode se confundir com outro, e vice versa, mas essencialmente falando é isso que os diferencia.
O assunto de hoje será sobre um trio americano, precisamente, de Massachusetts, que é um dos melhores nessa vertente. Ressalva para o fato de que o disco que será abordado contou com quatro integrantes. De sonoridade densa, enredos fantasiosos e assustadores, inspiradíssimos em Black Sabbath, o espaço é concedido a ICE DRAGON!


O lineup ficou assim, nesse disco: Ryan (Bateria), Joe (Baixo) Ron (Vocal e sintetizadores) e Carter (Guitarra). Da esquerda para a direita.
O álbum que iremos falar será o segundo da, e quem sabe o melhor, chamado, The Burl The Earth The Aether (2010).



Depois de terem lançado seu primeiro compacto, em 2007 o autointitulado Ice Dragon, permaneceram parados durante três anos, até lançarem esse excelente disco. Ele é extremamente bem trabalhado, apesar de poder soar como se as faixas fossem parecidas, a qualidade dos músicos nele é incontestável. A canção número 1 nesse compilado já é de chamar a atenção, muito mais pelo vocal rasgado do Ron e, também, pela sonoridade completamente peculiar dos instrumentos, o nome é Squares Inside Squares.





Evidentemente têm uma grande influência de um dos maiores clássicos do Doom, que é Sleep - você pode ler mais sobre essa banda clicando aqui.

O Doom Metal, pode ser tido como algo cansativo de se ouvir, quando não se está acostumado com a sonoridade, que, de fato, carrega um estilo hipnótico em seus riffs, quase sempre sendo muito grave. Outra característica do gênero é a extensão das músicas, que quase que de forma unânime, tendem a ultrapassar a casa dos cinco minutos, para reforçar essa questão hipnótica que moldou a cara desse som. Hexagon Riders é outra dentro desse compacto que merece atenção especial, devido a sua dinâmica.


Como pôde notar esse é um videoclipe oficial da canção, e que a fim de realçar essa veia obscura dos rapazes, ele permanece, quase, o tempo todo com a imagem desfocada e totalmente em preto e branco. 

De todas as minhas audições desse full lenght, a que mais me chamou a atenção foi Alucard, não por qualquer envolvimento que possa haver com vampiros, pois nem sou muito fã dessas crenças, mas sim pela sonoridade, que me prendeu e ainda prende todas as vezes que escuto, porém como ela tem uma conexão com sua antecessora e sua sucessora, aconselho, caso queira, que escute o play do início ao fim, para ver como estão conectadas.



Tracklist: 

1. Squares Inside Squares
2. Spellpouch 
3. Meddoe 
4. Hexagon Riders 
5. The Watcher 
6. Alucard 
7. Winged Prophet
8. Aquageddon 

Observações:

- No citado primeiro álbum da banda somente Ron e Carter gravaram;

- O baterista Ryan não faz mais parte da banda. Ron atualmente assumiu os tambores e continua nos vocais;

- Ron toca um instrumento muito excêntrico, chamado Theremin. Ele da um aspecto ainda mais sombrio à banda.

California Breed, a nova banda de Glenn Hughes

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 09:45

0




O vocalista e baixista Glenn Hughes e o baterista Jason Bonham anunciaram a formação de sua nova banda - California Breed. Junto a eles o cantor e guitarrista Andrew Watt, de apenas 23 anos, que teve seu último trabalho produzido por Dave Cobb, mesmo produtor do Rival Sons.

Os três se conheceram no ano passado por intermédio de um amigo em comum, o músico Julian Lennon. "Julian estava fazendo uma exposição de suas fotografias no Morrison Hotel Gallery, em Los Angeles e ele disse: 'Você deve conhecer esse cara, ele é o mais fantástico guitarrista - . Que acabou por ser Andrew ", Glenn relembra.

"Esse garoto é incrível", elogia Bonham. "A primeira vez que nos encontramos eu pensei que ele fosse o Jimi Hendrix branco."

O álbum, ainda sem título, contém 12 faixas e tem lançamento previsto para maio via Frontiers Records. "Tudo foi feito mais ou menos ao vivo, incluindo os vocais, ou seja, de maneira contrária do que sempre fiz. Você vai ter que esperar o álbum em maio, para ouvi-lo. Isso, eu prometo, vai ser algo especial", finaliza Hughes.

Ficou curioso para conhecer o trabalho do tão elogiado Andrew Watt? Então confira o vídeo de Chameleon, faixa solo do músico:






Transatlantic: mais um excelente trabalho do supergrupo

Posted by TRMB | Posted in | Posted on 00:29

0

Neal Morse (guitarra, teclado e vocal), Roine Stolt (guitarra, vocais e teclados), Pete Trewavas (baixo e vocais) e Mike Portnoy (bateria e vocais) colocaram no mercado o 4° álbum de estúdio do Transatlantic, o supergrupo que os quatro mantem desde 1999 como um projeto paralelo que se reúne de tempos em tempos.
 Kaleidoscope tem todos os elementos que um disco clássico de Rock Progressivo precisa ter e por isso já nasce como um clássico do prog atual.


Into the Blue é a primeira faixa e durante seus mais de 25 minutos de duração passeamos por um riff quase Blacksabbáthico após a introdução, até a momentos que beiram o mais puro jazz e chegando em um crescendo final que começa com uma bela melodia acústica. Destaque absoluto para a bela e emocionante interpretação vocal de Neal Morse. 
A balada Shine é uma obra e tanto. Linda do início ao fim, tem os vocais “trocados” entre os membros da banda. Um singelo momento de uma banda que tem a mão para fazer este tipo de canção, vide We All Need Some Light, do debut de 2000.
A terceira faixa Black as the Sky tem uma pegada do neoprogressivo dos anos 80 de bandas como o Marillion em seu início, com os teclados “pra cima” e a bateria incendiando tudo. Agitada até o fim, se o disco não fosse completamente ótimo, eu diria que é o ponto alto do trabalho, mas isso é injusto com as outras canções.
 Beyond the Sun é o prelúdio ao final, uma linda e calma balada de apenas voz e teclados/piano e o cello de Chris Carmichael.
 O épico e empolgante fim vem com a faixa-título, com seus mais de 30 minutos de duração, um verdadeiro show do qual sempre podemos esperar em um álbum do Transatlantic. Esta canção resume bem também o instrumental dos caras: a batida forte e destruidora, ao mesmo tempo técnica, de Portnoy, o baixo gordo e desafiador de Trewavas, teclados setentistas e oitentistas e solos de guitarra cheios de feeling, além de um vocal sempre correto e afinado, sem exageros. Acima de tudo é uma canção divertida. Assim como a faixa de abertura, não dá nem para sentir os 30 minutos passando. Uma verdadeira montanha russa de boas emoções.
 Imperdível para os fãs de Rock Progressivo, simplesmente imperdível.
 A versão com disco bônus ainda tem um CD cheio de covers. Os covers falam por si só: And You And I (Yes), Can’t Get You Out of My Head (Electric Light Orchestra), Conquistador (Procol Harum), Goodbye Yellow Brick Road (Elton John), Tin Soldier (Small Faces), Sylvia (Focus), Indiscipline (King Crimson) e Nights in White Satin (The Moody Blues).
 Corra ouvir.
Nota: 9.5

Scott Ian: "O Anthrax já tem 12 músicas prontas"

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 09:38

0



Em recente entrevista ao Metal Kaoz, Scott Ian guitarrista do Anthrax, revelou que a banda já pensa nos preparativos do próximo álbum. "Esperamos começar as gravações antes de embarcarmos para os festivais europeus, no meio do ano. Já temos 12 músicas escritas. Está indo muito bem e não vemos motivos para interromper esse processo agora.”

Assista ao novo vídeo de Mz. Hyde, do Halestorm

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 09:35

0

Mz. Hyde é parte do álbum The Strange Case Of…


Confira:





Divulgada a capa do novo álbum de Ian Anderson

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:57

0



A capa do novo álbum de Ian Anderson, intitulada Homo Erraticus, foi feita pela empresa de design Aleph Studio, a mesma responsável pelas capas de bandas como Porcupine Tree e  Marillion.

O novo trabalho de Anderson será a terceira parte de Thick As A Brick, álbum de 1972 do Jethro Tull,  que teve continuação em 2012 e tem previsão de lançamento para 14 de Abril via Kscope e Calliandra Records.

Ouça "Human Sadness", nova música de Julian Casablancas

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:42

0



Human Sadness é parte da trilha sonora de She Lost Control, filme que tem lançamento previsto para março e conta a história de de uma terapeuta sexual que se apaixona por um dos seus pacientes. 


Confira:




Dave Grohl, Steven Tyler e Slash tocam "Walk This Way". Veja

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:36

0



A performance do trio aconteceu durante a festa de 60 ano do locutor Howard Stern, em Nova York.
Stern ainda convidou figuras ilustres como Jon Bon Jovi, John Mayer e Black Keys, que também fizeram apresentações.


Além de tocar a bateria em “Walk This Way”, Dave Grohl cantou versões acústicas de “Everlong” e “My Hero”. 






Queen: banda pretende voltar este ano

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:24

0


Recentemente o guitarrista Brian May, revelou no site do Queen que a banda tem planos de fazer shows este ano. As apresentações coincidirão com o lançamento da biografia cinematográfica de Freddie Mercury.

Por enquanto não foi revelado o lineup dos shows.

Veja “The Looking Glass”, novo clipe do Dream Theater

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 14:40

0

“The Looking Glass” é parte do álbum autointitulado da banda e você confere aqui.



The Cure anuncia novo trabalho e show em que tocará três álbuns na íntegra

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:38

0


O Cure anunciou detalhes de seu 14º álbum. Intitulado provisoriamente "4:14 Scream" ele será lançado nos próximos meses juntamente com uma série de shows em DVD. 

A banda ainda pretende fazer uma turnê na qual tocará na íntegra os álbuns: 'The Top', 'The Head On The Door' e 'Kiss Me Kiss Me Kiss Me'.

Avenged Sevenfold volta ao Brasil em março. Confira datas e locais

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:19

0


Após tocar no Rock in Rio no ano passado, o Avenged Sevenfold volta ao Brasil para cinco shows no mês que vem.

Confira as datas:


  • 12 de Março – São Paulo – Espaço das Américas – Ingressos
  • 14 de Março – Rio de Janeiro – HSBC Arena – Ingressos
  • 16 de Março – Brasília
  • 19 de Março – Curitiba – Master Hall – Ingressos
  • 21 de Março – Porto Alegre – Pepsi On Stage – Ingressos


U2 lança Invisible, novo single. Confira!

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 11:11

0


O U2 lançou ontem seu novo single, Invisible, durante a transmissão do Super Bowl. A banda fez uma parceria com o Bank Of America e a campanha (RED) para lançar a faixa em um comercial durante o jogo. A música, até então disponível gratuitamente no iTunes, rendeu a cada download US$ 1 em doações ao Fundo Global de Combate à AIDS, Tuberculose e Malária, que promove tratamentos contra as doenças, testes e serviços de prevenção pra dezenas de milhares de pessoas nos países mais pobres do mundo.

Confira:



Tony Iommi e a deliciosa leitura de Iron Man: Minha Jornada com o Black Sabbath

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 10:43

0


Tony Iommi é considerado por muitos o “Pai do Heavy Metal”. Criador de riffs poderosos, foi o único integrante a permanecer na lendária banda Black Sabbath, que ajudou a fundar junto a Geezer Butler, Ozzy Osbourne e Bill Ward.

Na autobiografia lançada originalmente em 2011 com a colaboração de T.J. Lammers, Iommi conta sua trajetória desde a infância pobre em Birmingham até o estrelato e sucesso mundial no mundo do rock. Acontecimentos importantes em sua vida são abordados de maneira única e natural – como o acidente que prejudicou os dedos do músico e  o fez criar uma nova e mais pesada maneira de tocar – numa leitura bastante agradável que traz a impressão de um animado bate papo.

Tony mostra através da história de sua vida e de uma das bandas mais amadas do heavy metal, a importância do profissionalismo e o amor pela música, sem deixar é claro, de relatar de maneira muitas vezes bem humorada, momentos de alguns dos mais notórios músicos do século XX  que passaram pelas diversas formações do Black Sabbath, banda esta que Iommi jamais abandonou e que segue firme e forte até o mais recente trabalho do grupo, “13”, lançado no ano passado.

O livro é altamente recomendado não apenas aos fãs de Iommi e do Sabbath, mas à todos que gostam de uma boa leitura. Informal, divertido, profissional e carismático, um livro delicioso de ler do início ao fim.

Iron Man - minha jornada com o Black Sabbath

Tony Iommi com T.J Lammers

Editora Planeta

400 páginas





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...